quarta-feira, 29 de junho de 2011

Momento Free: cada um na sua...

...mas com alguma coisa em comum.
Seguindo uma sugestão do Carlos André Moreira, vamos colocar aqui para comparação capas diferentes para um mesmo livro, quando editados (ou reeditados) por editoras diferentes, ou em países diferentes. E sempre que o meu timing permitir, às quartas-feiras. A começar, por sugestão do próprio, Fazes-me falta, de Inês Pedrosa, na primeira edição brasileira, pela editora Planeta, e na segunda, pelo selo Alfaguara da editora Objetiva (não tenho os créditos dos capistas, mas atualizarei quando descobrir).





Em comum, como aponta o Carlos André, a mesma idéia de ausência representada de modos distintos, uma pelo espelho sem reflexo, e outra pelas molduras sem quadros.

7 comentários:

Karla Nazareth disse...

Me agradou mais o conceito das molduras vazias, mas a execução (linhas, logo da editora, título e nome da autors), achei que ficou pesada e não dá um aspecto vazio que a primeira opção conseguiu.

Fernando Torres disse...

Cara, a primeira capa tem um falo enorme formado pelo espelho. Achei de gosto duvidável.

Elmo disse...

Gostei mais da segunda. A perspectiva quebra qualquer possível monotonia da imagem. O grafismo da coleção apenas no contorno acompanha a ideia de vazio das molduras. Essa coleção da Alfaguara sempre rende umas capas muito bonitas mesmo.

Kovacs disse...

A segunda transmite a ideia/conceito do livro de forma mais imediata, a primeira é um pouco mais cerebral. Excelente romance, por sinal.

Anônimo disse...

No segundo seriam molduras sem quadros, não?

Samir Machado disse...

Ah, sim. Molduras sem quadros, obrigado pelo toque, já corrigi.

Anônimo disse...

A segunda capa é muito bonita, e a autora escreve muito bem, mas não gostei do romance.

AddThis