quarta-feira, 17 de março de 2010

Quatro capas para quarta-feira

Passando o Carnaval, volta-se a lançar livros interessantes. Algumas novidades foram anunciadas recentemente. Abaixo, algumas capas novas que devem estar nas livrarias em breve.

2666, de Roberto Bolaño, pela Companhia das Letras. Capa por Raul Loureiro, suponho, que fez a de todos os outros livros do autor pela editora.



O Khadji-Murát, de Tolstói, pela Cosac Naify. Não encontrei o crédito do capista, atualizo assim que descobrir.




A arte e a maneira de abordar seu chefe para pedir um aumento
, de Georges Perec (Companhia das Letras), por Elisa V. Randow.



A arte moderna na Europa de Hogarth a Picasso, de Giulio Carlo Argan (Companhia das Letras). Capa por Marcello Serpa

3 comentários:

Antonio C S Xerxenesky disse...

Ainda no saudável hábito e agregar um S ao Bolaño. Agora tô achando que já é proposital, já virou marca registrada! Haha!

Samir Machado disse...

Parafraseando o xará dele, foi sem querer querendo. Mas eu juro que um dia, UM DIA, eu vou conseguir escrever Roberto Bolaño corretamente.

carolina* disse...

Só umas observações! (:
A capa de 2666 é de Warrak Loureiro, não do Raul.
Putas assassinas também tem capa do Warrak. Já A pista de gelo tem capa do Raul...

AddThis